COMO ANALISAR FUNDOS DE INVESTIMENTOS MULTIMERCADOS

analisar-fundos-multimercados-capa

 

Muitas pessoas investem em fundos de investimentos multimercados pensando em diversificação e segurança.

Analisei muitos fundos de investimentos multimercados e descobri que a maioria é apenas fundo de outro fundo.

Se você investir em um fundo de um fundo, você estará pagando imposto duas vezes pelo come cotas além de pagar uma taxa de administração maior.

Por isso, é muito mais importante você conhecer a carteira do fundo de investimento e a taxa de administração do que a rentabilidade dela.

Onde procurar a carteira dos fundos?

A melhor maneira de encontrar informações confiáveis é em sites oficiais como o da Comissão de Valores Mobiliários.

Informações sobre os fundos de investimentos você consegue na página da CVM.

fundos de investimentos CVM
Fundos de investimentos da CVM

Na página da CVM, você precisará escolher Fundos de Investimento Registrados. Você será encaminhado para uma página de consulta.

consulta fundos de investimentos
Página de consulta fundos de investimentos CVM

Você precisa somente colocar o nome do fundo multimercado ou o CNPJ e completar o formulário.

 

Vamos para a prática!

Vou mostrar dois fundos de investimentos multimercado do Banco do Brasil e você ficará surpreso com o resultado.

BB Top Multimercado Balanceado Fundo de Investimento Longo Prazo

Como o próprio nome do fundo diz, é um fundo balanceado e para longo prazo.

BB Top Multimercado Balanceado Fundo de Investimento Longo Prazo
BB Top Multimercado Balanceado Fundo de Investimento Longo Prazo

Clique em Composição da Carteira e você conseguirá saber quais são os investimentos deste fundo de investimento no momento.

A maior parte do fundo é investido em Títulos Públicos Federais com vencimentos diferentes (isso você também consegue realizar diretamente pelo Tesouro Direto!).

Veja que o nome do Fundo é Balanceado e longo prazo e por isso ela investe em ações também.

Até os bancos consideram que para investir a longo prazo é preciso ter ações em sua carteira.

Ela é composta por 28 ações:

ITSA3, BBSE3, BVMF3, TAEE11, CCRO3, CTIP3, VIVT4, ENBR3, ODPV3, ABEV3, EGIE3, VLID3, LEVE3, BBAS3, TRPL4, QUAL3, BRSR6, CPFE3, CPLE6, HYPE3, BBDC4, ABCB4, CVCB3, BRKM5, UGPA3, GRND3, FIBR3, VALE5.

Além disso, possui cotas de fundos BB ETF S&P Dividendos Brasil Fundos de Índice, Debêntures da USIMINAS, Operações Compromissadas lastreadas em Tesouro Selic e Depósitos a Prazo do Banco do Brasil.

Carteira BB TOP
carteira BB TOP

Para fazer esse gráfico, eu considerei somente os ativos. Não coloquei o valor a pagar com taxa de administração e os dividendos a receber das ações por exemplo.

Veja que 43 % da Carteira é formado por Títulos Públicos, além de 20 % ser de Depósitos a prazo do próprio Banco do Brasil (isso é equivalente aos CDBs que você conhece).

As Ações equivalem a somente 13 % do patrimônio líquido deste fundo de investimento

As Operações Compromissadas, que equivalem a 19 % do total, são lastreadas em Títulos Públicos Federais. Os bancos podem emprestar seus títulos públicos federais e ter o compromisso de recomprar por um preço no futuro.

carteira em reais do BB TOP
carteira em reais do BB TOP

 

Nesta outra tabela você consegue ver em reais cada investimento. Veja que a maior parte se encontra em renda fixa, representada pelos depósitos a prazo, títulos públicos federais, operações compromissadas e debêntures.

Eu aposto que você já aprendeu a fazer essa carteira aqui no Jornada do Dinheiro.

taxa de administração BB TOP
taxa de administração BB TOP

Veja que este fundo possui taxa de administração de zero a 0,69 %. Interessante né?

Porém, você não consegue investir nele diretamente. O banco vai lucrar em cima de você.

Eles emitem cotas de outros fundos do próprio banco que investe neste fundo!

Vou te explicar no próximo exemplo.

BB Multimercado Longo Prazo Balanceado Dividendos Estilo FI EM Cotas de Fundos de Investimento

Vamos analisar este outro Fundo de Investimento Multimercado. No mesmo site da CVM procure por ela e veja a Composição da Carteira

BB Multimercado Longo Prazo Balanceado Dividendos Estilo FI EM Cotas de Fundos de Investimento
BB Multimercado Longo Prazo Balanceado Dividendos Estilo FI EM Cotas de Fundos de Investimento

E advinha como é a composição da carteira deste fundo?

carteira BB TOp estilo
carteira BB TOp estilo

Ela é formada 100 % por cotas do BB Top Multimercado Balanceado Fundo de Investimento Longo Prazo, que acabamos de estudar acima.

 

Isso é educação financeira: saber realmente como é formado seus investimentos, principalmente se for fundos de investimentos!

Achou estranho eles não oferecerem o outro fundo no varejo? Veja que este fundo possui taxa de administração de 1,20 % ao ano!

taxa de administração BB Estilo
taxa de administração BB Estilo

Não tem mais nenhum outro ativo nela, somente o fundo de investimento do primeiro exemplo. É assim que os bancos ganham em cima de você.

Conclusão

Você aprendeu nesse artigo a importância de se avaliar a carteira dos fundos de investimentos multimercados.

Se você não fizer essa lição de casa, você investirá em um fundo de fundo e isso vai diminuir seus lucros!

Não deixe as pessoas te enganarem mais! Eu mostrei dois exemplos de dois fundos iguais, mas com taxa de administração muito maior em um do que no outro!

Você também aprendeu a importância de ter ativos como ações em sua carteira de investimentos.

Deixe nos comentários as dúvidas sobre seus fundos de investimentos!

 

Edson Ichihara

  • Marcos de Paula

    Excelente artigo Edson!!! Obrigado por contribuir com a educação financeira no Brasil!

  • Edson Ichihara

    Olá Marcos! Muito obrigado pela mensagem e elogio! Bons investimentos!

  • Tiago Feitosa

    Grande Edson, tudo bem?

    Obrigado pelo artigo. Eu sempre soube que a taxa de administração de um FIC é maior do que a de um FI porque na real você está pagando para 2 fundos.

    Agora sobre o come cotas 2 vezes eu não tinha me ligado não.????

    Mas a questão é que não entendi como essa dinâmica acontece pode me explicar?

  • Edson Ichihara

    Olá Tiago! Muito obrigado pela mensagem! Quando você observa as demonstrações financeiras do fundo A, ele paga o imposto a cada 6 meses. Quando você observa as demonstrações financeiras do fundo B (por exemplo, fundo B tem cotas do fundo A), além de ter perdido parte do valor das cotas do fundo A no pagamento do imposto a cada 6 meses, o fundo B também precisa pagar o imposto. Com isso, se você investe no fundo B, você pagaria diretamente o imposto do fundo B no come cotas e indiretamente do fundo A.

  • Ralph Lemos

    oi, edson!

    acho que você fugiu do objetivo do título. ao meu ver analisar algo é saber as informações relevantes acerca de um assunto para fazer a melhor escolha. seu texto enviesado induz a conclusão de que nenhum fundo multimercado é uma boa escolha. ao ler o título esperava ter ao final uma maneira mais eficiente de escolher um fundo. apenas uma crítica construtiva, ok?

    att, ralph

  • Edson Ichihara

    Olá Ralph! Muito obrigado pela mensagem! Existem bons fundos multimercado, mas elas possuem cotas que são muito caras para o investidor com menos capital. Eu mostrei que se você está investindo em um fundo de fundo, você está perdendo capital. O objetivo foi levar as pessoas a pesquisarem seus fundos e se o fundo investido for fundo de fundo,trocar de investimento. Por que você acha que os bancos não oferecem fundos que investem diretamente em bons ativos e somente oferecem fundos de fundos?

  • Ralph Lemos

    entendo e concordo perfeitamente com teu ponto de vista sobre os custos e formas de artimanhas dos bancos pra captação. minha crítica foi mais em relação a correlação entre título e texto, entende? achei que para o conteúdo do teu discurso a escolha do título foi inapropriada somente… de resto parabéns pelo trabalho em prol da educação financeira dos brasileiros. 🙂

  • Edson Ichihara

    Entendi Ralph! Se eu puder te ajudar na analise de algum fundo é só escrever que eu faço a análise para vc! Bons investimentos!

  • Luis Fernando Bezerra

    Olá, Edson! Queria tirar uma dúvida. Em relação à taxa de administração dos fundos, normalmente o dado que é divulgado é a rentabilidade (líquida de taxa). Ora, se comparo dois fundos, tendo como base a rentabilidade (líquida de taxa), não importa o quanto cada um cobra de taxa de administração, certo? O que importa é a rentabilidade líquida. Meu pensamento está correto?

  • Edson Ichihara

    Olá Luis. Teoricamente é melhor você avaliar a taxa bruta e depois descontar a taxa de administração. O problema das rentabilidades que eles mostram é que eles colocam na conta as emissões de novas cotas. Ou seja, o fundo pode ter perdido rentabilidade, mas se emitiu novas cotas o suficiente para compensar a perda, o fundo na verdade não foi muito bem. E quando o fundo tem rentabilidade negativa, você acha que eles já descontaram a taxa de administração dela, ou melhor, você acha que por ter sido negativa, ela não recebeu a taxa? Por isso é difícil comparar fundos. O ideal é ver como ela é formado e ver nas demostrações financeiras como ela está se portando financeiramente.

  • Nollan

    Oi Edson! Estão me oferecendo este fundo: http://comparadordefundos.com.br/melhores-fundos-investimentos/16948/az-quest-total-return-fundo-de-investimento-em-cotas-de-fundos-de-investimento-multimercado por uma consultoria que utiliza algoritmos automatizados, pelo visto cai na condição que você comentou no post não? Obrigado

  • Bruno Xavier

    Boa tarde Edson, ia investir em um fundo e decidi pesquisar mais sobre fundos de investimentos. Sua matéria me ajudou bastante, verifiquei se o Fundo era de outro Fundo e constatei que ele parte de sua composição é de outro Fundo. A dúvida é, até que % de outro Fundo, pode ser interessante ?