TESOURO DIRETO VALE A PENA?

tesouro-direto-vale-a-pena-capa

 

A pergunta mais frequente entre nossos leitores é se o investimento em Tesouro Direto vale a pena.
Para mostrar a você que o Tesouro Direto é o melhor investimento, vou comparar com 3 investimentos populares para os brasileiros.
Espero que ao final do artigo você conclua que realmente investir em Tesouro Direto vale a pena.

1) Tesouro Direto vs Poupança

Aproveitando o espírito olímpico, vou mostrar que investir no Tesouro Direto através do Tesouro Selic é muito mais vencedor que colocar seu dinheiro na Poupança.

 

tesouro-direto-vale-a-pena-01

 

Veja no gráfico acima que a Taxa Selic sempre foi maior que a inflação durante os seis primeiros meses do ano. Veja que a Poupança sempre esteve abaixo da inflação durante este ano. Tesouro Direto através do Tesouro Selic vale mais que a poupança.

Esses dados são referentes aos últimos doze meses em cada mês (de janeiro de 2015 até janeiro de 2016, de fevereiro de 2015 até fevereiro de 2016 e assim em diante).
A diferença entre a Poupança e o Tesouro Selic é tão grande que mesmo com o imposto de renda de maior cotação (22,5 % dos rendimentos), o Tesouro Selic vale mais a pena. Nos últimos 4 meses, a diferença foi maior que 40 % (41,4 % em março, 41,0 % em abril, 40,9 % em maio e 43,2 % em junho).

Para facilitar suas contas, se você ganhou R$ 10.000,00 de rendimento com a poupança em 1 ano, com a mesma quantia teria ganho R$ 14.000,00 de rendimento no Tesouro Selic em 1 ano. São 4 mil reais de diferença!

2) Tesouro Direto x Fundos DI

E em relação aos Fundos DI dos bancos, será que ainda valeria a pena investir no Tesouro Direto?

 

tesouro-direto-vale-a-pena-02

 

Veja esse exemplo do Santander Extra Plus DI do Banco Santander. A rentabilidade dela foi de somente 84,17 % do CDI nos últimos 12 meses. Por que você investiria em um fundo que somente te entrega 84,17 % do CDI se você tem a opção de investir em Tesouro Selic do Tesouro Direto com 100 % da Taxa Selic? Neste artigo você aprendeu que a Taxa Selic e Taxa do CDI são sempre bem próximas.

E tem outra notícia pior: você ainda tem a taxa de administração de 2,0 %. Ou seja, sua rentabilidade vai diminuir porque parte dela é usada para o pagamento da  taxa de administração. Mesmo se a rentabilidade for negativa, a taxa de administração sempre será paga.

Também tem a questão do come cotas, ou seja, você sempre paga imposto quando tem investimento em fundos DI e fundos de Renda Fixa a cada 6 meses. Você nem percebe, mas suas cotas diminuem a cada 6 meses, mesmo se não fizer nenhum resgate.

 

tesouro-direto-vale-a-pena-03

Para piorar, se você observar a composição da Carteira do Santander FI, você percebe que 50 % está em Operações Compromissadas (que na maior parte do caso é lastreado em Títulos Públicos Federais) e 15 % em Títulos Públicos. Na verdade você está investindo indiretamente nos Títulos Públicos Federais através desse Fundo.
Será que Tesouro Direto vale mais pena? É claro que sim, porque você recebe 100 % da taxa Selic e investe diretamente nos títulos públicos federais.

3) Previdência Privada x Tesouro Direto

Por último, vou mostrar como é desvantajoso investir em uma previdência privada.

tesouro-direto-vale-a-pena-04

 

Veja a Previdência Privada da Brasilprev RT Fix Fic Renda Fixa. Olhe a rentabilidade do ano passado: 9,35 %. É bem menor que investir em Tesouro IPCA pelo Tesouro Direto.

Não se esqueça que ainda tem que descontar a taxa de administração de 3,40 %, o que diminuiria ainda mais a rentabilidade. Se você considerar o imposto de renda, a rentabilidade desta previdência privada seria próxima ao da Poupança!

Quando você investe em uma Previdência Privada, você coloca dinheiro em um fundo e ao final de 20 – 30 anos, você resgata esse dinheiro (montante) mais os juros ganhos (rentabilidade). A diferença de se investir diretamente em Tesouro Direto com Tesouro IPCA é que nesta Previdência Privada você pagará 3,40 % de taxa de administração ao ano e ainda a rentabilidade será menor.

 

tesouro-direto-vale-a-pena-05

 

E veja no gráfico acima que a carteira da Previdência Privada é formada por outros fundos do Banco do Brasil. Ou seja, você coloca seu dinheiro suado que ganhou no seu trabalho em um fundo de previdência privada que investe em outros fundos do mesmo banco. Não seria melhor investir diretamente nos fundos (ou no Tesouro Direto) e pagar menos taxa de administração. E veja que os fundos ainda investem em Títulos Públicos Federais (Índice de Preços – IPCA – 7,49 %; Pós Fixado – Selic – 70,60 % e Pré- Fixado 5,05 %).

Não vale mais a pena investir diretamente no Tesouro Direto, ganhar maior rentabilidade e pagar menos taxa de administração?

Conclusão

A resposta para a pergunta “Quando investir no Tesouro Direto vale a pena?” é: sempre!

O Tesouro Direto é uma oportunidade de se investir diretamente em títulos públicos federais pagando uma taxa muito baixa (chega a ser de 0,3 % ao ano dependendo da corretora).
Se você ainda não investe no Tesouro Direto, comece hoje para não perder a oportunidade de aproveitar as excelentes taxas atuais!

E não deixe de se inscrever no Mini-Curso Tesouro Direto Gratuitamente!

Deixe um comentário abaixo!

Edson Ichihara