TESOURO DIRETO VALE A PENA?

tesouro-direto-vale-a-pena-capa

 

A pergunta mais frequente entre nossos leitores é se o investimento em Tesouro Direto vale a pena.
Para mostrar a você que o Tesouro Direto é o melhor investimento, vou comparar com 3 investimentos populares para os brasileiros.
Espero que ao final do artigo você conclua que realmente investir em Tesouro Direto vale a pena.

1) Tesouro Direto vs Poupança

Aproveitando o espírito olímpico, vou mostrar que investir no Tesouro Direto através do Tesouro Selic é muito mais vencedor que colocar seu dinheiro na Poupança.

 

tesouro-direto-vale-a-pena-01

 

Veja no gráfico acima que a Taxa Selic sempre foi maior que a inflação durante os seis primeiros meses do ano. Veja que a Poupança sempre esteve abaixo da inflação durante este ano. Tesouro Direto através do Tesouro Selic vale mais que a poupança.

Esses dados são referentes aos últimos doze meses em cada mês (de janeiro de 2015 até janeiro de 2016, de fevereiro de 2015 até fevereiro de 2016 e assim em diante).
A diferença entre a Poupança e o Tesouro Selic é tão grande que mesmo com o imposto de renda de maior cotação (22,5 % dos rendimentos), o Tesouro Selic vale mais a pena. Nos últimos 4 meses, a diferença foi maior que 40 % (41,4 % em março, 41,0 % em abril, 40,9 % em maio e 43,2 % em junho).

Para facilitar suas contas, se você ganhou R$ 10.000,00 de rendimento com a poupança em 1 ano, com a mesma quantia teria ganho R$ 14.000,00 de rendimento no Tesouro Selic em 1 ano. São 4 mil reais de diferença!

2) Tesouro Direto x Fundos DI

E em relação aos Fundos DI dos bancos, será que ainda valeria a pena investir no Tesouro Direto?

 

tesouro-direto-vale-a-pena-02

 

Veja esse exemplo do Santander Extra Plus DI do Banco Santander. A rentabilidade dela foi de somente 84,17 % do CDI nos últimos 12 meses. Por que você investiria em um fundo que somente te entrega 84,17 % do CDI se você tem a opção de investir em Tesouro Selic do Tesouro Direto com 100 % da Taxa Selic? Neste artigo você aprendeu que a Taxa Selic e Taxa do CDI são sempre bem próximas.

E tem outra notícia pior: você ainda tem a taxa de administração de 2,0 %. Ou seja, sua rentabilidade vai diminuir porque parte dela é usada para o pagamento da  taxa de administração. Mesmo se a rentabilidade for negativa, a taxa de administração sempre será paga.

Também tem a questão do come cotas, ou seja, você sempre paga imposto quando tem investimento em fundos DI e fundos de Renda Fixa a cada 6 meses. Você nem percebe, mas suas cotas diminuem a cada 6 meses, mesmo se não fizer nenhum resgate.

 

tesouro-direto-vale-a-pena-03

Para piorar, se você observar a composição da Carteira do Santander FI, você percebe que 50 % está em Operações Compromissadas (que na maior parte do caso é lastreado em Títulos Públicos Federais) e 15 % em Títulos Públicos. Na verdade você está investindo indiretamente nos Títulos Públicos Federais através desse Fundo.
Será que Tesouro Direto vale mais pena? É claro que sim, porque você recebe 100 % da taxa Selic e investe diretamente nos títulos públicos federais.

3) Previdência Privada x Tesouro Direto

Por último, vou mostrar como é desvantajoso investir em uma previdência privada.

tesouro-direto-vale-a-pena-04

 

Veja a Previdência Privada da Brasilprev RT Fix Fic Renda Fixa. Olhe a rentabilidade do ano passado: 9,35 %. É bem menor que investir em Tesouro IPCA pelo Tesouro Direto.

Não se esqueça que ainda tem que descontar a taxa de administração de 3,40 %, o que diminuiria ainda mais a rentabilidade. Se você considerar o imposto de renda, a rentabilidade desta previdência privada seria próxima ao da Poupança!

Quando você investe em uma Previdência Privada, você coloca dinheiro em um fundo e ao final de 20 – 30 anos, você resgata esse dinheiro (montante) mais os juros ganhos (rentabilidade). A diferença de se investir diretamente em Tesouro Direto com Tesouro IPCA é que nesta Previdência Privada você pagará 3,40 % de taxa de administração ao ano e ainda a rentabilidade será menor.

 

tesouro-direto-vale-a-pena-05

 

E veja no gráfico acima que a carteira da Previdência Privada é formada por outros fundos do Banco do Brasil. Ou seja, você coloca seu dinheiro suado que ganhou no seu trabalho em um fundo de previdência privada que investe em outros fundos do mesmo banco. Não seria melhor investir diretamente nos fundos (ou no Tesouro Direto) e pagar menos taxa de administração. E veja que os fundos ainda investem em Títulos Públicos Federais (Índice de Preços – IPCA – 7,49 %; Pós Fixado – Selic – 70,60 % e Pré- Fixado 5,05 %).

Não vale mais a pena investir diretamente no Tesouro Direto, ganhar maior rentabilidade e pagar menos taxa de administração?

Conclusão

A resposta para a pergunta “Quando investir no Tesouro Direto vale a pena?” é: sempre!

O Tesouro Direto é uma oportunidade de se investir diretamente em títulos públicos federais pagando uma taxa muito baixa (chega a ser de 0,3 % ao ano dependendo da corretora).
Se você ainda não investe no Tesouro Direto, comece hoje para não perder a oportunidade de aproveitar as excelentes taxas atuais!

E não deixe de se inscrever no Mini-Curso Tesouro Direto Gratuitamente!

Deixe um comentário abaixo!

Edson Ichihara

  • Daniel

    Excelente artigo! Depois que comecei a acompanhar esse site, me senti segura a aplicar no Tesouro direto.Parabéns, Edson!

  • Edson Ichihara

    Olá Daniel! Obrigado pelo elogio! Fico feliz por ter ajudado na sua educação financeira!

  • Savio

    Ótimo artigo, Edson!! Em pensar que assim como tantos outros brasileiros, joguei tanto dinheiro fora na poupança. Ou então, vinha o gerente do banco com o grande investimento do século, os famosos Fundos DI! Mas acho que o pior mesmo era apelar para o lado sentimental e dizer: “pense nos filhos, abra uma previdência privada para eles”. Obrigado por me abrir os olhos!! Faz tempo que aplico no Tesouro Direto graças ao Jornada do Dinheiro!!

  • Edson Ichihara

    Olá Sávio! Muito obrigado pelo elogio! Estou feliz que o Jornada tenha contribuído para melhorar sua educação financeira e seus investimentos! Continue assim!

  • Marcos de Paula

    Li um documento da Empiricus hoje que me deixou surpreso. A lição aprendida é: sim, é possível perder dinheiro com títulos públicos!! Dependendo das condições políticas e econômicas as taxas podem variar bastante e se você errar no timing pode perder dinheiro. Se você pretende acumular para a previdência fique atento ao mercado!! A Jornada do Dinheiro poderia escrever um artigo sobre isso, o que acham? Atualmente invisto no Tesouro Selic 2021 e IPCA+ 2019, portanto ambos “travados” no meio da curva (alinhei às metas de médio prazo). Importante sempre estar atento ao alinhamento de suas metas/sonhos com seus investimentos e ficar “antenado” para aproveitar o timing do mercado.

  • Edson Ichihara

    Olá Marcos. Você pode perder dinheiro no Tesouro Direto se vender o título antes do vencimento e seu título estiver mais barato (com taxa maior). Se você mantiver o título até o vencimento, o preço de mercado não influenciará sua rentabilidade. A Empiricus gosta de apavorar os leitores, e se você não tiver educação financeira vai ficar desesperado. Eu assino os relatórios deles e eles ainda indicam a compra de Títulos Públicos Federais pelo Tesouro Direto.

  • FÁTIMA COSTA

    Olá Edson, parabéns pelo artigo esclarecedor. Tenho 38 anos e depois de mto tempo “investindo” na poupança, passei a me interessar pelos investimentos no Tesouro Direto. Estou meio insegura ainda, abri uma conta na Easynvest e fiz um depósito de uma quantia irrisória só pra ir sondando. Más penso em investir uns 70% das minhas economias no Tesouro Selic, uma vez que não sei qdo vou precisar desse dinheiro e a outra parte do Tesouro IPCA. Estou no caminho certo? Leio depoimentos de pessoas falando que investem em mais de uma corretora, isso é interessante em algum momento? Ou posso manter todos os meus investimentos na Easynvest?

  • Edson Ichihara

    Olá Fátima, obrigado pelo elogio. Está no caminho certo sim, porque o Tesouro Selic é uma excelente reserva de emergencia e o Tesouro IPCA vai te proteger contra a inflação. Se você somente investir em renda fixa e Tesouro Direto, pode ficar somente com a Easynvest. Quando começar a investir em renda variável, aí sim você pode abrir conta em outra corretora como a Socopa para investir em renda variável!

  • Gustavo F

    Excelente artigo Edson, sempre aprendendo e relembrando com site JORNADA DO DINHEIRO, ai pessoal quem ainda não comprou o livro do Edson, aproveita que é muito bom p/ aplicação em renda variável. Tenho a seguinte pergunta Edson ? Se o plano de previdência for pela empresa que trabalha e onde a empresa deposita uma parte até 10% do valor que você deposita mensalmente, o que você acha, tenho a previdência da FUNCESP já ouviu falar? o que vc acha quando a aplicação em previdência é desta forma? Muito Obrigado.

  • FÁTIMA COSTA

    Que bom! Sinal que já tô aprendendo um pouquinho…rsr. Mais uma vez, parabéns e mto obrigada pela atenção. Sucesso!

  • Edson Ichihara

    Olá Gustavo, obrigado pelo elogio! Sobre a Funcesp, o raciocínio deve ser parecido com o da Funpresp (http://jornadadodinheiro.com/poupar/tudo-sobre-a-funpresp-e-fundos-de-pensao/ ). Veja se está com boa rentabilidade. Como metade do valor vai ser depositado pelo empregador, pode ser uma vantagem. Mas se o fundo não tem boa rentabilidade, isso pode custar caro (veja os funcionários do Correios!).

  • Suvaco de Cobra

    Como faço pra calcular quanto um título público está rendendo em relação ao CDI?

  • Edson Ichihara

    Olá, obrigado pela mensagem. Se for o titulo tesouro Selic, a taxa Selic é próxima ao CDI. Se for pelos titulos do Tesouro IPCA, leia o artigo do Vitor: http://jornadadodinheiro.com/investir/como-comparar-investimentos-renda-fixa/

  • Gustavo Marcos

    Olá Edson!! Parabéns a vocês todos!!
    Qual produto do tesouro devo ter a minha reserva de emergencia?
    Muito obrigado

  • Edson Ichihara

    Olá Gustavo, obrigado pelo elogio. O Tesouro Selic é a melhor opção para reserva de emergencia

  • Gustavo Marcos

    Perfeito!! Muito obrigado.

  • Eudes

    Olá Edson! Não tenho experiência alguma com Tesouro Direto, mas tenho 23 anos e me tornei servidor público do meu estado. O que vc me indica para começar?

  • Edson Ichihara

    Olá Eudes, muito obrigado pela mensagem! aprenda sobre o Tesouro Direto neste curso http://jornadadodinheiro.com/mini-curso-tesouro-direto . Eu aprenderia sobre o tesouro Selic e o Tesouro IPCA

  • Eudes

    Muito obrigado! Forte abraço.

  • André Franco

    Boa tarde Edson. Tenho 41 anos e estou, somente agora, pensando em fazer um plano de previdencia privada ou um investimento que me dê uma segurança na aposentadoria. Neste caso, será que valeria a pena ir em direção ao Tesouro Direto já que meu investimento seria de longo prazo? O investimento no Tesouro Direto pode ser feito com um investimento um pouco mais pesado no inicio e durante os meses subsequentes destinar uma quantia fixa de minha renda para investir? E como o atual momento político econômico do país, ainda vale a pena investir em Tesouro Direto? As perguntas podem ser bem básicas mas estou me interando do assunto agora. Obrigado e um abraço.

  • Edson Ichihara

    Olá André, muito obrigado pela mensagem. Tesouro Direto é excelente para longo prazo, com os titulos do Tesouro IPCA. Você pode aplicar um maior montante no inicio e investir valores menores depois. Sempre vale a pena investir no Tesouro Direto. É o investimento mais seguro.

  • Deyse S. Isaias

    Olá Edson! Estou começando a fazer as minhas reservas e em um primeiro momento eu achei que o fundo de investimento do banco era mais vantajoso do que a poupança, mas estudando um pouco mais gostei bastante do tesouro selic, mas eu fico insegura quanto ao valor do investimento que eu devo fazer. Sei que existem títulos bem acessíveis no tesouro direto, mas gostaria de saber quanto, em média, eu devo investir para valer a pena?

  • Edson Ichihara

    Olá Deyse, muito obrigado pela mensagem. Você pode investir no minimo 84,16 no Tesouro Selic. É claro que quanto maior a quantidade investida, maior será o rendimento. Para vc perder o medo, comece com valores menores. Você vai acostumar com o Tesouro Direto e assim pode aumentar progressivamente!

  • Igor Oliveira

    Mesmo se não vender antes, é possível haver perda, principalmente se for o Tesouro pré-fixado. Por exemplo, você tem um pré-fixado rendendo 12% a.a. e de repente a inflação está batendo 65% a.a. Aí não adianta nada a rentabilidade ter se mantido, porque, num cenário desses, ter 12% ao ano (e ainda pagar IR) seria quase o mesmo que jogar dinheiro no fogo. Provavelmente foi isso que eles quiseram dizer com “condições políticas e econômicas”.