TÍTULO DE CAPITALIZAÇÃO: INVESTIMENTO OU JOGO DE AZAR?

titulo-de-capitalizacao_capa

Título de Capitalização: Investimento ou Jogo de Azar?

Você já se sentiu enganado pelos gerentes de bancos, sempre tentando empurrar para você aquele título de capitalização, com a promessa de que é um excelente investimento e alegando ser uma “poupança forçada”?

Ou então quando especialistas em economia julgam o título de capitalização como o último recurso para se alocar seu capital, falando que é um péssimo negócio?

Com tantas opções de investimento disponíveis, como Tesouro Direto, CDB, LCI, ações, fundos imobiliários, entre outros, será que é válido ter um título de capitalização?

Você fica perdido e não tem nem ideia do que fazer?

Eu sei como você se sente e contarei agora a verdade sobre os títulos de capitalização!

O que é um Título de Capitalização?

titulo-de-capitalizacao_01

O título de capitalização é basicamente um produto bancário onde os clientes pagam mensalidades ou tarifas únicas (dependendo do banco e do título).

O banco forma um capital (com determinadas porcentagens) referente aos pagamentos e realiza sorteios de prêmios em dinheiro aos detentores dos títulos.

O principal argumento dos gerentes de bancos ao venderem esses títulos é de que você receberá seu dinheiro de volta, corrigido pela TR (taxa referencial), e ainda concorrerá a prêmios.

Também dizem que seria uma excelente forma de poupar o dinheiro para aqueles que não têm disciplina de guardar por conta própria.

No entanto, é importante destacar que não é o seu montante total que fica guardado para efeito de reajuste. Existem três tipos de cotas em um título:

– Cota de capitalização: montante que será destinado para devolução aos cotistas e sobre o qual haverá os reajustes pela TR.

– Cota de carregamento: percentual descontado do pagamento do título para cobrir os custos administrativos e operacionais da instituição que negocia os títulos.

– Cota de sorteio: valor para custear os prêmios.

Nos títulos com sorteio, a cota de capitalização deve ser de, no mínimo, 70%. Ou seja, pode haver casos em que 30% do valor que você depositou já foi destinado às outras duas cotas.

Além disso, os títulos de capitalização com sistema de pagamento mensal são reajustados anualmente, utilizando-se a variação do índice IGP-M (índice geral de preços do mercado) dos últimos 12 meses para calcular o valor da nova mensalidade.

Existe também a carência obrigatória de 12 meses (na grande maioria dos bancos), em que não é possível cancelar ou sacar qualquer valor dentro desse período.

Portanto, veja que, apesar de muitas vezes ser defendido que você receberá todo o seu dinheiro de volta e mais a correção da TR, pode ocorrer de você resgatar até mesmo menos do que você pagou.

É importante considerar a inflação do período, que está diminuindo seu poder de compra, e também o seu custo de oportunidade de que poderia estar investindo em algo mais rentável.

Por esses motivos, o título de capitalização não pode ser considerado um investimento, e sim um tipo de loteria, pois raramente você terá rentabilidade positiva, exceto se você for sorteado.

Então, depende exclusivamente da sua finalidade, pois há pessoas que utilizam o título de capitalização para “poupar dinheiro”, visto que não é possível sacar o dinheiro dentro de um prazo X (variável), obrigando-as a guardar o dinheiro (sendo essa uma prática não recomendada), enquanto outras utilizam esse título como uma loteria ou um jogo.

Título de Capitalização é melhor que Loteria?

titulo-de-capitalizacao_02

Você poderia dizer que, se o título de capitalização é apenas um jogo, por que não jogar na loteria então?

Para utilizarmos um exemplo como base de nosso estudo, vamos considerar o título de capitalização do Banco Santander – CapSorte Universitário.

Para contratar esse título de capitalização, o valor mínimo para pagamento mensal é de R$ 20,00 durante 60 meses (no total, você participará de 260 sorteios).

Após realizar a compra de um título, você receberá 4 números para os sorteios que são limitados entre 000.001 e 999.999, ou seja, são apenas 250 mil pessoas participantes por título (sua chance de ganhar é de 1 em 250.000), ao contrário das loterias comuns:

Mega Sena: 1 em 50.063.860 (com 6 números)
Lotofácil: 1 em 3.268.760 (com 15 números)
Quina: 1 em 24.040.016 (com 5 números)
Loteria Federal: 1 em 98.000

Ou seja, comparado às diversas loterias, no título de capitalização, você tem chances bem maiores de ser sorteado. Mas isso ainda não é tudo…

Você receberá o valor pago no título de volta!

titulo-de-capitalizacao_03

Todos os valores que você pagou mês a mês ou de uma única vez serão recebidos de volta no final do período do título. No caso do Santander, são 60 meses (5 anos).

Do valor pago mensalmente pelo título, uma determinada porcentagem (de acordo com o seu título) é destinada ao seu Saldo da Reserva Matemática (cota de capitalização), que é o valor que você poderá resgatar caso deseje cancelar o seu título antes do prazo previsto em contrato (e após os 12 meses de carência obrigatória).

Esse saldo é atualizado mensalmente pela TR, que é a taxa que compõe o rendimento da poupança, sem os juros de 0,5%.

Então eu perco para a Inflação?

titulo-de-capitalizacao_04

No nosso cenário econômico atual, com certeza perdemos da inflação, pois a TR é muito baixa.

Porém, como explicitado no início, estamos falando de loteria, e não de investimento.

Vamos supor que você jogue na Mega Sena toda semana, com uma única aposta de R$ 3,50.

Ao final de 5 anos (mesmo período de um título), você teria gasto aproximadamente R$ 910,00 (sem considerar o aumento do preço das apostas na Mega Sena).

Caso você não seja sorteado, não receberá nada de volta!

Já no título de capitalização, utilizando-se como exemplo o título citado acima (título de R$ 20,00 por mês), você teria gasto R$ 1.200,00 e, ao final, independentemente de ter sido sorteado ou não, receberia algo bem próximo desse valor.

Considerando-se o índice de inflação (IPCA) do mesmo período anterior (acumulado de 35,32%), podemos concluir que o nosso custo para jogar no título de capitalização foi de R$ 434,61 em 5 anos, ou seja, apenas R$ 7,24 por mês (51,7% do valor da loteria comum).

Estratégia Autossustentável de Apostas

titulo-de-capitalizacao_05

Existem inúmeros títulos de capitalização no mercado atualmente, desde R$ 10,00 (correios) até R$ 200,00 ou mais.

Um possível método de diminuir ainda mais os gastos e aumentar drasticamente as chances de ser sorteado consiste na compra mensal de títulos de capitalização (um valor que não comprometa mais de 1% da sua renda mensal).

Como exemplo, utilizaremos um título de pagamento único do Santander, o Super Cap.

Com a parcela única de R$ 200,00, você concorre durante 60 meses a prêmios semanais, mensais e trimestrais. Caso você compre todo mês 1 título de capitalização, no 60º mês você estará concorrendo com 240 números em vez de 4.

No 61º mês, você receberá os R$ 200,00 referentes ao primeiro título e a ideia é comprar outro título de capitalização de pagamento único com esse valor recebido, fazendo isso sequencialmente você não precisará gastar mais e criará um ciclo autossustentável de participar de uma espécie de “loteria”, aumentando suas chances de ganhar e minimizando ao máximo os gastos.

É um planejamento de médio prazo, mas que pode se mostrar bastante eficiente.

No entanto, nunca faça isso com um valor que possa fazer falta para você!

Existe Fraude no Sorteio da Capitalização?

titulo-de-capitalizacao_06

Um outro receio que existe ao aplicar em títulos de capitalização é sobre a idoneidade dos sorteios.

No entanto, eles são bem seguros e transparentes, pois podemos conferir os resultados.

A cada título de capitalização são atribuídos 4 números até 999.999, sendo que os números sorteados para cada título não são feitos pelos bancos e sim utilizando o resultado da Loteria Federal.

Para obter esse resultado, devemos pegar o resultado da Loteria Federal (do 1º ao 5º prêmio).

Utilizamos os 2 últimos dígitos do 1º prêmio e o último dígito do 2º ao 5º prêmio, exemplificando com o resultado da Loteria Federal de 11/06/2016:

1º prêmio: 72285
2º prêmio: 68043
3º prêmio: 38879
4º prêmio: 28992
5º prêmio: 83498

Sendo assim, o título de capitalização que ganhou foi o 853.928, trazendo muito mais transparência do que as loterias comuns.

Conclusão

titulo-de-capitalizacao_07

Os títulos de capitalização ainda são motivo de controvérsia.

De um lado, os gerentes de bancos defendem como uma poupança forçada, com direito a participação em sorteios.

Do outro, especialistas em economia desqualificam totalmente a modalidade como forma de investimento.

No entanto, quando olhado como um jogo, o título de capitalização pode ser interessante para quem gosta de apostas, desde que não prejudique o orçamento familiar.

Caso tenha ficado alguma dúvida ou você tenha alguma outra opinião sobre esses títulos, fique à vontade para deixar um comentário!

Abraço!

Gustavo Trevizan

  • Edson Ichihara

    Muito bom artigo Gustavo! Sempre temos que ver as vantagens e desvantagens de cada aplicação!