UMA LIÇÃO DE UM VELHO INVESTIDOR

a escolha é sua

Uma lição de um velho investidor

O artigo de hoje diz respeito a todos os investidores, independente do tempo de estrada nos investimentos.

Como advogado me foi dada a oportunidade de trabalhar em um processo judicial sobre uma possível fraude contra o mercado de capitais. Por questões de ética não vou abrir ao público as partes e empresas envolvidas, mas procurarei passar uma importante lição que aprendi para a minha vida financeira com este caso.

A explicação dos meandros fáticos do caso em si não é importante para este raciocínio, todavia vou explicar de forma resumida para que você entenda o contexto.

Sobre o caso

Meu cliente estava investindo em ações da empresa A, o preço destes papéis haviam caído um pouco, sendo um indício de bom investimento. Comprar na baixa para vender na alta. Isso chamou atenção de algumas pessoas como um investimento em potencial, eis que muito se falava sobre uma suba do preço da ação. Até aí tudo bem.

Como acontece muito no mercado especulativo de ações, informações possivelmente falsas foram lançadas na mídia, enchendo a bola desta empresa, dizendo que ela iria expandir muito nos anos seguintes, prometendo fusões, etc., todo o tipo de promessas que você possa imaginar sobre o futuro promissor dos papéis, os quais, realmente vinham ganhando valor dia após dia. Essas informações foram transmitidas, possivelmente, pelos réus deste processo, pessoas ligadas a altos escalões da empresa, por agentes autônomos de investimentos e mais algumas pessoas que faziam parte deste provável esquema fraudulento.

O preço da ação, que no início era de alguns centavos, logo foi para alguns reais. Ou seja, quem tinha alguns milhares de reais nestes papéis, estava com alguns milhões quando a ação apresentava o seu valor de ápice. Todavia, o estopim do problema ocorreu quando, literalmente, da noite para o dia o valor caiu abaixo daquele valor inicial de centavos.

Em resumo este foi o ocorrido, suspeita-se de fraude pois a suba e baixa do valor da ação foi muito rápida, bem como a atitude suspeita dos possíveis cabeças do suposto crime.

Recentemente participei da oitiva de algumas testemunhas que investiam nos papéis da empresa A, além de perderem todo o lucro que acumularam, perderam boa parte do investimento inicial que fizeram nesta empresa. Salvo raríssimas exceções, como a do meu cliente, todos delegavam o comando de compra e venda sobre os seus investimentos para terceiros, como agentes autônomos de investimentos, pessoas ligadas a corretoras, etc.

Conheço muitos agentes de investimentos e pessoas ligadas a corretoras que são extremamente sérias e idôneas, portanto não estou generalizando a minha crítica.

Uma coisa é você ter alguém de confiança que lhe diga qual papel é um bom investimento, outra bem diferente é você não estudar sobre este papel e não saber a lógica do funcionamento do mercado em que está inserido, passando a confiar cegamente naquele terceiro que diz onde você deve ou não colocar o seu dinheiro.

O velho investidor

O caso que citei, mesmo para alguns investidores experientes, foi fulminante, pois a maioria não imaginava que por trás daquilo estaria uma fraude milionária como a que possivelmente aconteceu.

Mas o fato é que alguns conseguiram se safar e vender a ação quando ela estava próxima do ápice, mas isso ocorreu, em parte, pois a pessoa sabia o que estava fazendo, no fundo ela tinha noção de que aquilo não se sustentaria por muito tempo, ou ela tinha o que chamamos de feeling, algo que desenvolvemos com o passar dos anos quando estamos envolvidos com o mercado de capitais.

Uma das testemunhas me chamou a atenção, pois era investidor há quase 20 anos no mercado de ações. Veja bem, 20 anos trabalhando com ações. Você deve imaginar que ele era muito experiente, não é mesmo? Não, não era. Durante o seu depoimento ele disse que sempre confiou no que os seus conselheiros diziam, e que nunca havia dado sozinho as ordens de compra e venda de suas ações e demais ativos de sua carteira.

Pois este homem perdeu mais de R$ 300.000,00 do seu investimento inicial nesta brincadeira. Ele até queria vender os papéis da empresa quando já tinha acumulado um lucro absurdo, mas os seus conselheiros disseram que o valor iria subir mais, muito mais, que a empresa faria parte do índice Bovespa.

O pobre homem acreditou nisso tudo, pois nunca se deu ao trabalho de estudar sobre uma empresa, fazer análises de mercado, ou mesmo apenas conhecer o funcionamento daquilo onde ele estava metido. Ao contrário, passou a sua vida como um cego, como um escravo dos ditos estudiosos do mercado, e ao invés de ser um milionário, hoje não passa de um aposentado do INSS.

Tudo bem, se esta possível fraude não tivesse acontecido talvez ele ainda seria um aposentado, mas o que estou querendo que você entenda é que se este senhor tivesse procurado se aperfeiçoar durante os seus quase 20 anos de investidor, provavelmente hoje ele não seria um simples aposentado do INSS.

A lição

Muitas pessoas acham cômodo delegar, substituir, ignorar e terceirizar funções importantíssimas de suas vidas, como a criação dos filhos, exercícios físicos por cirurgias plásticas, a proximidade da família, cumprimentar os seus colegas, ser honesto quando ninguém está vendo, etc.

Um dos erros principais é terceirizar a sua vida financeira, confiar a terceiros a administração do seu patrimônio, sem saber exatamente onde o seu dinheiro está sendo empregado.

Para você que hoje talvez esteja no início da sua trajetória de investidor, tenha isso bastante claro em sua mente. Aprenda e siga os passos dos mais experientes, mas jamais deixe de dar os seus passos de forma autônoma. No início é compreensível que tenhamos algumas bengalas para nos ajudar a ter equilíbrio, mas se você quiser ser um investidor de sucesso deve, obrigatoriamente, aprender a caminhar e a correr sozinho, rumo aos seus objetivos financeiros.

Você consegue, estamos aqui para lhe ajudar nisso.

Forte abraço!

Leonardo Batistella.

  • Douglas Ribeiro

    Boa, Leonardo! Que parada fora do sério isso que aconteceu, ein?! Mas a lição é de muito valor, ainda mais pra quem está iniciando os estudos em investimentos. Obrigado!