CARTEIRA DE CRIPTOMOEDAS DO JORNADA – 23/07/2019

Este é o quinto vídeo da Carteira de Criptomoedas do Jornada, na qual completamos 4 meses desde a criação. Caso ainda não tenha visto o artigo com a montagem do portfólio, clique aqui.

Neste mês, vimos o Bitcoin subir da faixa de US$ 9.300,00 para cerca de US$ 10.000,00 no momento em que gravo o vídeo. Nesse caminho, ele chegou a atingir US$ 13.400,00 em um movimento de alta rápida de poucos dias. Em seguida, voltou a cair e permanece no patamar dos 10 mil.

O volume do mercado de criptomoedas permanece alto, com dias na faixa de 50 a 80 bilhões de dólares (e tendo dias com mais de 100 bilhões). Isso significa que a alta pode e deve retornar em algum momento.

Para o longo prazo, comprar Bitcoin e outras criptomoedas continuam sendo uma barganha. Tem gente apenas olhando o mercado andando e esperando uma nova correção. Talvez esse patamar de 10 mil dólares já seja uma correção.

Evite se ancorar em preços, sejam eles altos ou baixos, pois isso mexe com seu emocional e prejudica as operações. Compre um pouco todo mês (ou semana). Assim, você nunca comprará no melhor preço, mas também nunca será no pior. Você terá um preço na média.

E o mais importante: NÃO fique zerado em Bitcoin, pois corre o risco de se arrepender.

Vejamos agora como está a nossa carteira:

Quando você ver o vídeo e o artigo, os preços poderão estar bem diferentes, já que o mercado de criptomoedas funciona 24 horas por dia e não para nos finais de semana e feriados.

Veja como estava nossa carteira no momento que tirei o print, no dia 23/07/2019, próximo das 15h:

Com o valor investido de R$ 6.500,00, temos uma valorização de R$ 3.837,22, que representa 59,28%. No entanto, em relação ao mês anterior, tivemos uma desvalorização, já que agora acumulamos R$ 10.310,00 comparado com os R$ 10.800,00 de antes.

Embora o Bitcoin tenha se valorizado em relação à atualização anterior, todas as outras criptomoedas da carteira se desvalorizaram, puxando a rentabilidade para baixo.

Desde seu início, este foi o primeiro mês em que a carteira fechou com desvalorização em relação ao mês anterior. Mesmo assim, temos uma alta rentabilidade acumulada..

Enquanto o Bitcoin não se estabilizar em uma faixa de preço que o mercado concorde, o volume de dinheiro se concentrará nele, como indicado pela dominância atual do Bitcoin, representando 65% do mercado de criptomoedas.

Quando ele estiver em um patamar considerado “caro”, poderemos ver o fluxo novamente migrando para as altcoins.

Como a ideia da carteira não é ficar especulando esses movimentos curtos e rápidos (mesmo porque a atualização é mensal), mantemos nosso famoso buy & hold, que, no longo prazo, trará resultados excelentes.

A forma mais tranquila e racional de se aproveitar desses movimentos é justamente com a alocação de ativos. Como o Bitcoin se valorizou muito e agora corresponde a cerca de 60% da carteira (ou seja, acima da alocação pretendida de 50%), nosso novo aporte será direcionado a uma nova criptomoeda.

Portanto, com os R$ 500,00 do aporte mensal, optei por comprar a Monero (XMR), pelo preço em BTC de 0,00811729, conseguindo comprar 1,61161668 unidades.

O principal diferencial da Monero é sua privacidade. Embora seja dito que as criptomoedas em geral oferecem privacidade, é possível identificar e rastrear o usuário caso você conheça o endereço público da pessoa, já que as transações via Bitcoin apresentam os endereços.

Na Monero, isso não acontece, pois as transações não mostram os endereços e, assim, é impossível rastrear a origem daquelas moedas. Por esse motivo, os criminosos preferem utilizar criptomoedas focadas em privacidade para que suas transações não sejam rastreadas e para que suas moedas sejam aceitas por outros usuários.

Assim, acredito muito no potencial da Monero, já que ela é a principal criptomoeda focada em privacidade e deve ter uma adoção crescente no futuro.

Ainda está com dúvida se deseja investir em criptomoedas? Leia o artigo “Vale a Pena Investir em Criptomoedas?” e tire suas próprias conclusões!

Agora quero saber de você! Já está investindo em criptomoedas? Quais você tem em sua carteira? Quais você não teria? Deixe seu comentário!

Até a próxima atualização! Grande abraço!

Vitor Hernandes